Por debaixo da terra

Um dos projectos mais desafiantes ao nível da engenharia é o projecto Marmaray (combinação das palavras Marmara e ray que em turco significa comboio). Este projecto que teve início em 2004 assegurará o transporte ininterrupto de 1 milhão de pessoas por dia, cobrindo 78 km de distância e unindo por debaixo da terra a Europa e a Ásia. O Bósforo será atravessado por um túnel de 14 km à prova de terramotos. No total, estão previstas 14 estações entre Halkali no lado europeu e Gebze no lado asiático.

Numa primeira previsão, a rede estaria pronta em 2012 mas os achados arqueológicos obrigam a constantes paragens. Entre as extraordinárias peças já encontradas contam-se ânforas, artefactos ligados a profissões e à vida quotidiana, esculturas e uma saca com nove crânios humanos que datarão de 6000 a.C. As escavações deram à luz o maior achado náutico do mundo dando a conhecer a primeira armada bizantina. A descoberta mais perturbante é a do Porto de Teodósio, o maior porto da cidade que teria sido submerso por um tsunami. De entre os vários navios recuperados de diferentes épocas históricas, destaca-se uma galera do início da Idade Média, peça única em todo o mundo.
Sugerimos o visionamento do documentário da National Geographic (4:47) onde se podem ver alguns trabalhos, alguns achados e imagens de Istambul. Entrar AQUI.

Etiquetas:

Comentar